Via Diário Liberdade e Esquerda Revolucionária

Há 92 anos, em 21 de janeiro de 1924, morria Vladimir Ilich Lênin, teórico e político brilhante; marxista revolucionário; fundador do Partido Bolchevique; líder da Revolução Socialista Russa de 1917 e dirigente do primeiro Estado operário-camponês do mundo: a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas – URSS.  

Após ter jantado e se recolhido ao quarto pela noite, Vladímir Lenin sofria um derrame cerebral e falecia. Ele já estava em estado delicado de saúde há algum tempo e havia se retirado para a cidade de Górki, na Rússia, para repousar, contra sua vontade, uma vez que pretendia continuar trabalhando.

A morte do líder soviético ecoou rapidamente por toda a União Soviética. Imediatamente após o falecimento de Lenin, o Partido Bolchevique divulgou em nota:
"Morreu o homem sob cuja direção combativa o nosso partido arvorou a bandeira vermelha em todo o país, varreu a resistência dos inimigos e consolidou firmemente o domínio dos trabalhadores na que foi a Rússia czarista. Morreu o fundador da III Internacional Comunista, o chefe do comunismo mundial, orgulho do proletariado internacional, bandeira do oprimido (...)".

Seu corpo ficou exposto na Casa dos Sindicatos, em Moscou, e recebeu a visita de milhares de soviéticos e de muitos líderes de outros países.

☭ 92 anos da morte física do camarada Lênin , mas seu legado revolucionário ainda está presente ☭ LÊNIN VIVE!


Aproveitando o momento, postamos “Lênin em vida”, documentário com imagens raras do líder da Revolução Russa, principalmente entre 1918 e 1921, com legendas em português.

Na descrição do vídeo, no canal “Pan-Eslavo” no You Tube, onde o documentário está online, se refere a “Lênin em Vida” como um conjunto de todos os filmes com o líder comunista que restaram no tempo, postos em ordem cronológica e acrescidos de comentários, unidos em documentário de 1969 de Mikhail Romm.


Postar um comentário

Bate-Papo vermelhô

Compartilhe

 
Top