Moro é o "Teologo da Vazação" ! Ele não está acima da Lei! Chega!

Paulo Henrique Amorim via Conversa Afiada em 17/01/2016

Carta Aberta dos Advogados foi o documento que mudou o ambiente político de forma irreversível.

Chega de contemporizar com os vazamentos e o “sistema Moro” instalado em Curitiba.

O Governo tem a responsabilidade de investigar os vazamentos.

Descoberto o vazador, processá-lo pelo crime cometido !

É preciso perseguir o crime dos vazamentos como se persegue um crime de pedofilia, de terrorismo, um sequestrador !

Os vazamentos em curso são criminosos !

Como um sequestro !

Quem vaza esses documento comete um crime !

Como um sequestrador !

Que tem que ser punido !

Até hoje, a Polícia Federal, a sede da sedição, não descobriu a origem de nenhum vazamento.

Assim como não descobriu quem grampeia mictório de preso, nem quem vendeu delaçao a banqueiro.

Quem é o “japa bonzinho” do Delcídio ?

Como não descobriu o dono do jatinho ...

Porque é preciso passar detergente na PF, da cabeça aos pés.

Destituir o diretor-geral, o Daiello, que tentou impedir o corajoso Juiz De Sanctis de deflagrar a Operação Satiagraha.

Trocar o todos os diretores regionais.

A começar pela “força tarefa tucana” da PF instalada em Curitiba.

Como fazer isso com o  da Justiça ?

Impossível.

Ele é refém da PF.

Além de inepto.

Tirar o zé da Justiça é a preliminar desse processo que se exige, mais do que nunca.

Especialmente depois das denuncias feitas  pelos advogados, em sua Carta.

O zé afronta a Carta.

A investigação e punição dos vazamentos permitirá chegar ao “Teólogo da Vazação”, o Juiz Moro, de Guantánamo.

Porque é ele quem prega a suposta “transparência” como instrumento da Justiça.

A “transparência” seletiva, entregue na bandeja do PiG, para que o PiG faça, a seu modo, a seleçao da seleção.

É a “transparência” do Não Vem ao Caso !

Moro não está acima da Lei !


Postar um comentário

Bate-Papo vermelhô

Compartilhe

 
Top