Desde que a defesa do ex-presidente Lula denunciou os abusos da Operação Lava Jato ao Comitê de Direitos Humanos da ONU, Lula e sua família vêm sendo alvo de atitudes que só podem ser compreendidas como retaliação.

A convocação da Sra. Marisa Letícia Lula da Silva para prestar depoimento à Polícia Federal – divulgada ao público nesta segunda (8) antes de uma intimação oficial a ela ou à defesa – é o mais recente exemplo desse comportamento.

Na sexta (5) quatro procuradores da Lava Jato valeram-se de um ofício, que deveria tratar objetivamente da suspeição do juiz Sérgio Moro, para fazer acusações infundadas ao ex-presidente Lula, em atuação incompatível com a defesa da legalidade que deveria ser promovida pelo Ministério Público.

Protegidos pelo anonimato, operadores da Lava Jato plantaram na imprensa um calendário do linchamento “penal” que pretendem impor a Lula, antecipando denúncia e condenação para o período pós-Olimpíadas e pós-julgamento do impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

A insistência dos operadores em divulgar suspeitas infundadas configura claramente a propaganda opressiva, por meio da qual pretendem submeter o ex-presidente Lula a um julgamento pela mídia, uma aberrante exceção ao estado de direito.

O ex-presidente Lula não teme ser investigado, porque sempre agiu dentro da lei, como sabem, por sinal, os operadores da Lava Jato. E recorreu à ONU para denunciar os abusos de que tem sido vítima, para ter um processo justo e imparcial, de acordo com tratados de Direito Internacional assinados pelo Brasil.

Constranger a esposa de Lula a um depoimento desnecessário, a respeito de informações que já foram prestadas e documentadas em diversas ocasiões, é uma retaliação que apenas reforça a existência de graves violações aos direitos fundamentais do ex-Presidente e de seus familiares.

Postar um comentário

  1. O Brasil cairá na real quando partirmos pra Brasília e invadirmos aquele Senado Federal e fazermos uma limpeza geral. Agora é a hora companheiros.

    ResponderExcluir
  2. O Brasil cairá na real quando partirmos pra Brasília e invadirmos aquele Senado Federal e fazermos uma limpeza geral. Agora é a hora companheiros.

    ResponderExcluir
  3. O Brasil cairá na real quando partirmos pra Brasília e invadirmos aquele Senado Federal e fazermos uma limpeza geral. Agora é a hora companheiros.

    ResponderExcluir
  4. O Brasil cairá na real quando partirmos pra Brasília e invadirmos aquele Senado Federal e fazermos uma limpeza geral. Agora é a hora companheiros.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. Pssst…

    pssst…

    sshhhhh…non giratevi....

    fate finta di niente....

    sono l‘agente moollllto segreto Ostin Pauers, quello di cui si parla nei commenti di questo blog…(parlando bene l'inglse sto ovviamente usando uno pseudonimo).

    Volevo innanzitutto ringraziare tutta la rete dei bloggeroni (che sono gli agenti moolllto segreti e tutti massoni 2.0) che cancellano quei commenti che rischiano di far saltare la mia copertura di agente moollllto segreto impegnato in missioni segretisssime.

    Purtroppo non posso rivelare nulla da qui ma chi volesse essere reclutato nella rete dei bloggeroni o volesse informazioni sulla mia occultisssima attività mi contatti pure.

    Vi rivelerò importanti informazioni e vi spiegherò anche come vive un pericolosissimo e segretissimo soggetto come il sottoscritto.

    A presto.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  11. Sarò breve e conciso.
    Ci sono due cose che non potranno cambiare o essere diverse, né ora né mai.
    La prima è che io non complottavo e non complotto contro nessuno, nè tantomeno da parte di qualcuno. (f)
    La seconda è la mia vita.
    Nemmeno i commenti che pubblichi da diversi anni potranno in alcun modo cambiarle, nè ora nè mai.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Bate-Papo vermelhô

Compartilhe

 
Top