A presidenta Dilma visitou um dos 34 novos trens na Estação Pirajá (Foto: Isac Nóbrega/PR)

O de SP anda a menos de um km POR ANO!

Por PHA via Conversa Afiada em 22/12/2015
Como se sabe, o metrô de SP não avança por causa de 30 anos de corrupção tucana.

Leia a Conceição Lemes, que pegou o Cerra e o Alckmin com a boca na botija da Lava Jato e a incrível confissão da Alstom, que admitiu roubar com os tucanos.

Mas, como observa o Burburinho, na São Paulo tucana quem paga a propina confessa.

Mas não se sabe quem embolsou.

É reino do faz de conta.

Não.

É o reino do não vem ao caso.

De volta a Salvador:

Dilma: ‘Vamos continuar a investir no que faz diferença na vida das pessoas’


A presidenta Dilma Rousseff afirmou, nesta terça-feira (22), durante a inauguração da Estação Pirajá e do trecho Bom Juá-Pirajá do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas (BA), que o governo fará as mudanças necessárias para o País voltar a crescer e, ao mesmo tempo, garantir melhores condições de vida à população.

“Mesmo em momentos de dificuldades imediatas, nós não vamos parar. Vamos continuar investindo naquilo que faz diferença na vida das pessoas. E se tem uma coisa que faz diferença na vida das pessoas é o transporte urbano. Porque isso significa ganhar tempo na vida de cada um e de cada uma e para a vida das famílias”, disse.

Para a presidenta, o sistema metroviário da Bahia é motivo de orgulho e demonstra a seriedade do governo com o povo do estado. Além disso, Dilma ressaltou a importância da ampliação do metrô baiano até a cidade de Cajazeiras, em fase de avaliação do governo, e da conclusão da Linha 2, que terá cinco terminais de integração com ônibus e 13 estações.

“A partir daí, e com todas as integrações, nós chegaremos a um momento especial nessa cidade. Ela (Salvador), que durante muito tempo tinha uma porção de buracos, e não tinha metrô, agora orgulhosa vai exibir para o Brasil um metrô dessa qualidade”. Ao todo, o sistema metroviário baiano terá 40 km de extensão com 21 estações metroviárias.

Com 34,7 mil m², a Estação Pirajá está interligada ao terminal rodoviário e beneficiará cerca de 6,5 mil passageiros por hora. A nova estação, inserida no âmbito do PAC Mobilidade, faz parte da Linha 1 do metrô de Salvador e recebeu investimentos de R$ 16,7 milhões, sendo R$ 15 milhões de recursos da União e R$ 1,7 milhão de financiamento privado. Já para o trecho Bom Juá-Pirajá’ foram destinados R$ 39,1 milhões (R$ 35,9 milhões da União e R$ 3,2 milhões de financiamento privado).

Desde 2003, o governo federal mantém, por meio do Ministério das Cidades, investimentos em Salvador da ordem de R$ 8,16 bilhões, sendo R$ 3,64 bilhões em mobilidade urbana. No estado da Bahia, o montante é de R$ 27,6 bilhões. Desse total, R$ 3,70 bilhões em mobilidade urbana.

Rio São Francisco
Em seu discurso, Dilma reiterou que o governo federal está empenhado e fará todos os esforços para recuperar o Rio São Francisco. “O nosso país, neste ano de 2016, vai ter uma clara política para o Rio São Francisco. A Bahia deve muito ao Rio São Francisco, o Brasil deve muito ao Rio São Francisco e nós vamos ter de devolver ao rio a vida que ele tem de ter”.

Aeroporto
Dilma também anunciou que até o final do primeiro trimestre de 2016 o governo terá condições de fazer a concessão do Aeroporto Internacional de Salvador para a iniciativa privada. “O aeroporto vai ser ampliado, vai ter melhores pistas, melhores pátios e uma grande melhoria na sua capacidade de recepção. Até porque é um dos grandes destinos, não só da população brasileira, mas também de turistas para o Brasil”.

Com investimento de R$ 16,7 milhões, a Estação Pirajá beneficiará 6,5 mil passageiros por hora (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)

Postar um comentário

Bate-Papo vermelhô

Compartilhe

 
Top