De Jean Wyllys, no Facebook:

do DCM

Várias pessoas têm me perguntado nas últimas horas sobre a proposta que a minha companheira de partido Luciana Genro divulgou: a antecipação das eleições gerais para todos os cargos, inclusive a Presidência da República, em 2016. Também recebi várias perguntas sobre a ideia de convocar a uma Assembleia Constituinte.

Eu respeito muito a Luciana, é minha companheira e amiga e fez uma belíssima e corajosa campanha nas eleições presidenciais de 2014 como candidata do PSOL. Contudo, dessa vez, discordo dela. Aliás, a proposta que ela divulgou não é a posição do PSOL.

Em seu congresso nacional, realizado no último final de semana, o partido ratificou sua posição contra o impeachment e sua decisão de não participar de nenhuma manifestação em defesa do impedimento da Presidenta ou em defesa do governo.

Somos oposição à esquerda e continuaremos na luta junto aos movimentos sociais contra a política de ajuste fiscal e conservadorismo decorrentes do modelo de governabilidade adotado pelo PT/PMDB, e ao mesmo tempo somos contra as tentativas golpistas e desestabilizadoras de Eduardo Cunha, cujo afastamento do cargo estamos solicitando ao STF.

Sobre a proposta de antecipar as eleições, minha posição é que tanto a Presidenta quanto o resto dos representantes eleitos pelo povo devem cumprir seus mandatos como ordena a Constituição. No Brasil não existe a revogação de mandatos.

Sobre a proposta de fazer uma assembleia constituinte, também me parece um equívoco. A Constituição Cidadã de 1988 é muito boa. Se 10% do que ela diz fosse cumprido, o povo viveria muito melhor. Como toda constituição, tem seus defeitos, mas ela foi resultado de um momento político de renascimento da democracia e reivindicação dos direitos humanos, e seu texto tem essa marca.

Uma nova constituinte, no clima político polarizado que estamos vivendo hoje, com um sistema político comprado pelo poder econômico, corrompido e tomado pelos discursos conservadores e reacionários como consequência do fracasso do petismo (que prejudicou as ideias de esquerda), daria como resultado uma Constituição muito pior do que a atual.

Deixemos a Constituição como está e lutemos para que se cumpra. Isso já seria uma grande vitória nas atuais circunstâncias!

Postar um comentário

Bate-Papo vermelhô

Compartilhe

 
Top