Ex-ministro relembra ter ido às ruas em 1999 contra o impeachment do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e anuncia que repetirá o feito agora, com a mesma convicção; para ele, "o PSDB perdeu o pudor e jogou sua história na lata do lixo"; "Tenho vergonha e pena do PSDB, mas o que mais me impressiona é a deslealdade do vice, que, depois de empurrar uma montanha de múmia paralítica para dentro do governo, vem com uma carta patética para Dilma", critica, ainda, Michel Temer

Via 247 em 12/12/2015

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) voltou a soltar o verbo contra os tucanos, o vice-presidente, Michel Temer, e contra o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Para ele, o PSDB, principal defensor do golpe, "perdeu o pudor e jogou sua história na lata do lixo".
Em entrevista à jornalista Vera Rosa, do Estadão, Ciro relembra ter ido às ruas em 1999 contra o impeachment do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, defendido à época pelo PT, e anuncia que repetirá o feito agora, com a mesma convicção.
"O PSDB perdeu o pudor e jogou sua história na lata do lixo. Está imitando o pior do PT, que, em 1999, pregou o impeachment de Fernando Henrique. Fui para a rua contra isso com a mesma convicção que tenho hoje. Eu vou para a rua contra o impeachment de Dilma", disse.
Ciro disse ainda ter "vergonha e pena do PSDB", mas que o que mais lhe "impressiona é a deslealdade do vice, que, depois de empurrar uma montanha de múmia paralítica para dentro do governo, vem com uma carta patética para Dilma".
Leia aqui a íntegra da entrevista.

Postar um comentário

Bate-Papo vermelhô

Compartilhe

 
Top