O deputado federal, Rubens Otoni, acompanhou nesta quinta-feira (19) chuvosa, a presidente da República, Dilma Rousseff, que deu ordem de serviço para construção do BRT Norte-Sul, em Goiânia (GO), a maior obra de mobilidade urbana da capital. Um corredor exclusivo para ônibus que terá 21,8 quilômetros de extensão e interligará as regiões Sul e Norte da capital goiana.

“Foi no governo de Dilma que Goiás recebeu o maior número de investimentos de sua história. Em mais esta parceria com a Prefeitura de Goiânia, a presidente mantêm seu compromisso com o nosso Estado e isso nos orgulha. É, sem dúvida, a maior obra de mobilidade da história de Goiânia e beneficiará milhares de goianienses”, destacou o deputado.

Em discurso, o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia, disse que com o BRT haverá uma redução de 40% no tempo de deslocamento das pessoas. “É uma mudança significativa. Só quem anda de ônibus sabe como isso é importante”, enfatizou o prefeito, que ainda destacou as inúmeras obras do Governo Federal realizadas em parceria com a administração municipal.

Aplaudida de pé pelos presentes, Dilma Rousseff destacou que Goiânia cresceu e agora precisa enfrentar os desafios similares aos das grandes metrópoles. “O BRT mudará a dinâmica do transporte na cidade para que o goianiense não perca mais tempo se deslocando de um lugar para o outro”, destacou. A presidente ainda pontuou alguns dos investimentos de seu governo em Goiás, como o Minha Casa Minha Vida e o Pronatec, e as parcerias que possui com o Governo do Estado na leva de benefícios para os municípios.
Mais sobre o BRT

O corredor exclusivo BRT terá 21,8 km de extensão e contará com seis terminais de integração: três novos (Correios, Rodoviária e Perimetral), dois reconstruídos (Isidória e Recanto do Bosque), um adaptado (Cruzeiro) e 40 estações de embarque e desembarque.

Conforme o site BRTBrasil, está previsto o investimento de R$274 milhões, com R$ 98 milhões do governo federal, por meio do PAC da Mobilidade, e R$95 milhões do governo municipal. A expectativa é que, após a ordem de serviço, a obra dure 18 meses e seja entregue no fim de 2016.

O coordenador do BRT Norte-Sul de Goiânia, Ubirajara Alves Abbud, diz que o objetivo é proporcionar qualidade, conforto e regularidade do transporte coletivo, atraindo usuários de automóveis. “O fato de o BRT de Goiânia ser o primeiro corredor no sentido norte-sul da cidade. Como a maioria dos corredores da capital goiana são no sentido leste-oeste, o BRT corrigir essa espécie de desequilíbrio no sistema de transporte”, destacou.

Veja mais fotos no Flickr.
Fonte: Publica Marketing Digital com informações da BRT

Postar um comentário

Bate-Papo vermelhô

Compartilhe

 
Top