'O Príncipe da Privataria': Palmério Dória participa de debate em Brasília e é recebido na Câmara
Texto: Sônia Corrêa e Christiane Melo - C.E.M.A. Barão de Itararé
Um dos períodos mais sombrios da recente história brasileira, de desemprego, sucateamento e assalto ao patrimônio público e “a história secreta de como o Brasil perdeu seu patrimônio e Fernando Henrique Cardoso ganhou sua reeleição”, exposta na mais nova obra do escritor Palmério Dória, foi relatada durante o lançamento do livro “O Príncipe da Privataria”, em Brasília, na terça-feira (15), no Sindicato dos Bancários. A atividade marcou a abertura da Semana Nacional pela Democratização da Comunicação no Distrito Federal.
A conversa mediada por Sônia Corrêa, coordenadora do Barão/DF, contou com a presença do jornalista da Carta Capital, Leandro Fortes, do anfitrião Wescly Queiroz, dirigente do SEEB e o autor Palmério Dória que iniciou sua exposição afirmando que sua obra era uma grande reportagem e um livro de “autoajuda”. E disparou o questionamento: por que FHC não está preso?
Para explicar porque Dória define seu livro como uma obra de autoajuda, ele explicou que não se trata apenas de uma coletânea de documentos, mas de histórias detalhadas da vida real, envolvendo a política e seus bastidores, situações pessoais vividas pelos personagens do período compreendido entre 1994 e 2002.
A publicação da Geração Editorial conta com 400 páginas, dividida em 36 capítulos e traz revelações de uma fonte enigmática, descrita como “Senhor X”, que atualmente vive “esquecido” no Acre e que foi responsável pela gravação de depoimentos de deputados revelando a venda de votos para a reeleição de FHC.
Comissão de Cultura da Câmara recebe Palmério Dória
O escritor Palmério Dória foi recebido na quarta-feira (16) pela Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados, onde foi pedir apoio aos parlamentares na reverberação das histórias presentes no livro.
“ 
Fizemos um trabalho sério. Quem quiser se informar sobre o que foi esse período de FHC encontrará tudo aí. E a gente acha estranho que não se fale do livro, por isso a gente veio aqui para pedir que vocês entrem no nosso time”, falou o autor para a presidente da Comissão, deputada Jandira Feghali (PCdoB/RJ) e ao 2º vice-presidente do colegiado, deputado Evandro Milhomen (PCdoB/AP). De acordo com os parlamentares, o conteúdo do livro é uma ferramenta importante para a disputa política. “Esse é um subsídio importante na luta política que a gente faz”, afirmou a deputada Jandira. “Nesse sentido será sempre uma material para nos referenciarmos no debate político”, completou. Ao final do encontro, promovido pelo Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, Dória presenteou os parlamentares com um exemplar do livro.
O Príncipe da Privataria em Pernambuco
Num rápido e caloroso encontro entre Palmério Dória e a Deputada Luciana Santos (PCdoB/PE), ficou acertado que Pernambuco deverá estar entre os próximos estados a realizar o lançamento do livro “O Príncipe da Privataria”. Por sugestão da Deputada Luciana, o lançamento deverá ocorrer em novembro de 2013 e o Barão de Itararé mediará a realização do evento. Texto: Sônia Corrêa e Christiane Melo Fotos: Guina Ferraz e Sônia Corrêa

Postar um comentário

Bate-Papo vermelhô

Compartilhe

 
Top