Muito conveniente que nesse momento a Globo venha admitir que o apoio à ditadura possa ter sido um erro. Uma confissão desnecessária na tentativa de ludibriar a opinião pública (especialidade da casa). Exatamente no mesmo momento em que a sua audiência despenca, em que a farsa do Big Brother é desmascarada, em que as doações para o Criança Esperança caem 50%.

Também e, coincidentemente, no mesmo momento em que seu jornalismo parcial e tendencioso cai em descrédito, que a emissora é acusada de sonegar quase 1 bilhão de reais à Receita Federal e o povo, literalmente, joga merda nas portas da empresa em São Paulo. É quase um grito de piedade. Que espírito contrito! Comovente! Não tão sonoro e desesperado quanto os gritos dados pelas vítimas do regime cruel que a mesma Globo ajudou a implantar no país e do qual foi parceira ativa e leal.

Enfim, sua súbita crise de consciência acontece no momento em que o google e as redes sociais acolhem internautas de todo o país propiciando a formação de uma extensa teia de comunicação e interação. Cria-se, assim, um exército indesejado que dispõe de uma rede de informações em tempo real, com notícias de fontes mais seguras e esclarecedoras, que refutam distorções dos fatos, que pulverizam imediatamente as boatarias, que denunciam tramóias e possibilitam um combate menos desleal a todas essas práticas mesquinhas e criminosas que parte da mídia oficial e golpista disseminou durante décadas.

Ou seja, a internet e as redes sociais podem e devem ser usadas como possibilidade real de leitura e/ou releitura crítica de fatos e seus desdobramentos antes monopolizados pela ditadura da mídia televisiva e escrita.                                            

Então, nesse momento, e tão somente nesse momento é que a Rede Globo e os sócios-patrocinadores do golpe militar e de toda forma de violência, mazelas e terror com que vitimaram o país, mutilando também os sonhos de democracia, liberdade e justiça social, somente agora vem reconhecer seu "pequeno erro?"

É. Realmente eles acham que o povo é burro. Eles tem Sérios motivos pra pensar assim, pois seus investimentos, desde a fundação da emissora, tem objetivos claros e estratégicos na massificação da ignorância e no imobilismo conveniente. Tomara que o governo tenha pulso firme e não conceda nenhuma forma de prerrogativa e isenção à Rede Globo. Assim como, não crie nenhuma forma de impedimento à justiça espontânea que, embora tardia, está às portas da "Bastilha" Plim-Plim.



                                                                                  Por Marlon Sérgio - Blog Brasil Socialista

Postar um comentário

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Justiça tarda,mas não falha!Esperando o dia dessa emissora lixo receber o que ela merece!

    ResponderExcluir

Bate-Papo vermelhô

Compartilhe

 
Top